Sebastião Salgado
  Fotografo
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sebastião Ribeiro Salgado nasceu no Brasil em Aimorés - Minas Gerais, a 8 de Fevereiro de 1944. Filho de agro-pecuários, Sebastião Salgado é o único filho varão entre sete irmãs. Mudou-se para São Paulo, para estudar Economia na Universidade de São Paulo, tornando-se mestre em Economia, em 1968. Em Paris, passou a estudar na Escola Nacional de Estatísticas Económicas, onde obteve o doutoramento, em 1971. Passou a trabalhar em África, para a Organização Internacional do Café, actividade a que se dedicou até 1973.

De volta a Paris, começou a trabalhar como repórter-fotográfico free-lancer. Passou depois a trabalhar para agências de prestígio, como a Magnum Photos, em 1979.

De 1979 a 1994, dedicou-se a vários projectos, entre os quais a cobertura da guerra de Angola, o sequestro de israelitas em Entube e o atentado ao Presidente Ronald Reagan, dos EUA.

Viajando pela América do Sul, captou imagens que resultaram na exposição e no livro "Outras Américas", em 1986. Em 1993, dedicou-se a um projecto sobre a extinção do trabalho manual em 26 países, do que resultou o álbum "Trabalhadores".

Sebastião Salgado fundou a sua própria agência, a Amazonas Images, em 1994, e realizou diversas viagens para documentar populações marginalizadas de 41 países. As imagens desse projecto foram reunidas na exposição "Êxodos", em 2000.

É um fotógrafo reconhecido mundialmente pelo seu estilo único de fotografar. É um dos mais respeitados fotojornalistas da actualidade. Nomeado como representante especial do UNICEF em 3 de Abril de 2001, dedicou-se a fazer crónicas sobre a vida das pessoas excluídas, trabalho que resultou na publicação de dez livros e realização de várias exposições, tendo recebido vários prémios e homenagens na Europa e no Continente Americano.

 

"Espero que a pessoa que entre nas minhas exposições não seja a mesma ao sair".

 

"Acredito que uma pessoa comum pode ajudar muito, não apenas doando bens materiais, mas participando, sendo parte das trocas de ideias, estando realmente preocupada sobre o que está acontecendo no mundo".

 

DIPLOMAS

Pós graduação em Economia - IPE, Universidade de São Paulo.

Ecole Nationale de Statistique et de l'Administration Economique, Paris, França

Preparação de um DES em Economia, em vista de um doutorado de 3ºciclo, Universidade de Paris.
 

CARREIRA PROFISSIONAL

 
1968/69 Economista, Secretaria da Fazenda, São Paulo, Brasil.
1971/73 Economista, Organização Internacional do Café, Londres, Inglaterra.
1973/75 Fotógrafo “Freelance”, Paris, França.
1975/79 Fotógrafo, Agência Gamma, Paris, França.
1979/94 Fotógrafo, Agência Magnum Photos, Paris, França.
1994 - Criação de Amazonas Images, agência de imprensa fotográfica, Paris.
   
TRABALHOS E PESQUISAS
1978 2001 Sobre os problemas de habitação e condição de vida nas “4000 Habitações” em “La Courneuve”, subúrbio de Paris. Trabalho feito à pedido do Conselho Local para efeito de uma grande exposição sobre o problema.
1979 Sobre os vários níveis da integração dos imigrantes na sociedade Europeia. Trabalho efectuado principalmente na França, Holanda, Alemanha, Portugal e Itália.
1977/84 Pesquisa sobre as condições de vida dos camponeses e a resistência cultural dos índios e seus descendentes na América Latina. Trabalho realizado em nove países, do México ao Brasil.
1984/85 Sobre o efeito devastador da seca na região do Sahel na Africa, trabalhando em conjunto com a organização humanitária “Médecins sans Frontières” (Médicos sem Fronteiras).
1986/92 Documentário sobre a modificação das relações de produção do trabalho manual nos principais sectores económicos, trabalho efectuado em 26 países de todos os continentes.
1994/99 Projecto realizado durante 6 anos, em 36 reportagens, sobre o movimento de populações no mundo.
2001 Sobre a erradicação global da poliomielite, campanha organizada pela UNICEF e OMS (Organização Mundial da Saúde).
   
PRINCIPAIS DISTINÇÕES
1982 Prémio Eu gene Smith para Fotografia Humanitária. Recompensa pelo trabalho de pesquisa sobre os camponeses na América Latina e ajuda para a complementação do mesmo. Ministério da Cultura, França.
1984 Prémio Paris Audio Visuel e Kodak, para a publicação do 1° livro de fotografia Autres Amériques, França.
1985 Prémio “World Press Photo”, Holanda.
Prémio "Oskar Barnak", Alemanha.
1986 Prémio Ibero-Americano de Fotografia, Espanha.
Prémio “Photographer of the Year”, International Center of Photography, EUA.
Prémio pelo Melhor Livro de Fotografia do Ano - Sahel: L'Homme en Détresse, Festival International d'Arles, França.
Grande prémio (júri) e Prémio do Público, “Mois de la Photo” pela exposição “Outras Américas” , Paris Áudio Visuel, França.
ASMP Award, EUA.
1987 “Photographer of the Year”, American Society of Magazine Photographers (ASMP), EUA.
“Photographer of the Year”, Maine Photography Workshop, EUA.
Prémio Olivier Rebbot, Overseas Press Club, EUA.
“Journalistenpreis Entwicklungspolitik”, Sociedade Alemã de Fotografia, Alemanha.
Prémio “Villa Médicis”, Ministério das Relações Exteriores, França.
1988 Prémio “Erich Salomon”, Alemanha.
Prémio “Rey de Espanha”, Espanha.
“Photographer o the Year”, International Center of Photography, EUA.
Prémio “Art Directors Club”, EUA.
1989 Prémio “Erna e Victor Hasselblad”, pela obra fotográfica, Göteborg, Suécia.
Medalha de Mérito ao Artista "Josef Sudek", Tchecoslováquia.
1990 Prémio “ The Maine Photographic Workshop” para o melhor livro foto-documentário: An Uncertain Grace. EUA.
“Visa d'Or”, Festival International de Photo Reportage Perpignan, França.
1991 Prémio “Common Wealth”, comunicação de massa, Delaware, EUA.
“Grand Prix de la Ville de Paris”, França.
“Gold Prize”, Art Directors Club, EUA.
1992 Eleito membro honorário da “American Academy of Arts and Sciences”, EUA.
Prémio “Oskar Barnak”, Alemanha.
Prémio “The Art Directors Club”, Alemanha.
1993 Prémio do Livro La Main de l'Homme Festival International d'Arles, França.
Troféu “Match d'Or”, pela obra fotográfica, França.
Prémio “World Hunger YearÕs Harry Chapin Media Award” de fotojornalismo pelo livro Workers. Nova York, EUA.
1994 Prémio de Publicação pelo livro Workers International Center of Photography, EUA.
Prémio “Centenary Medal” e “Honorary Fellowship”, Royal Photography Society of Great Britain, Bath, Inglaterra.
“Professional Photographer of the year”, PMDA Photographic Manufacturers and Distributors Association, EUA.
“Grand Prix National”, Ministério da Cultura e da Francofonia, França.
Award of Excellence, Silver Award, Society of Newspaper Design, EUA.
1995 1995 Medalha de Prata, Art Directors Club, EUA.
Medalha de Prata, Art Directors Club, Alemanha.
1996 Prêmio“Citation for Excellence”, Overseas Press Club of America, EUA.
Auszeichnung, Art Directors Club, Alemanha.
1997 Prémio Nacional de Fotografia, Ministério da Cultura, Funarte, Brasil.
Prémio A Luta Pela Terra, Personalidade da reforma agrária, Movimento dos Sem Terra, Brasil.
1998 Medalha de Prata, Art Directors Club, Alemanha.
The 1998 Alfred Eisenstaedt “Life Legend” Award, Life Magazine, EUA.
Prémio Jabuti, categoria Reportagem, pelo livro ;Terra, Brasil.
Prémio “Príncipe de Asturias de las Artes”, Espanha.
1999 The 1999 Alfred Eisenstaedt Award for Magazine Photography pelo livro The Way We Live. EUA.
Prémio Unesco, categoria Cultura, Brasil.
2000 Medalha da "Presidenza della Repubblica Italiana", Centro de Pesquisa Pio Manzù, Itália.
2001 Doutor Honoris Causa, Universidade de Évora, Portugal.
Honorary Doctor of Fine Arts, New School University, Nova York, EUA.
Honorary Doctor of Fine Arts, The Art Institute of Boston, Lesley University, Boston, EUA.
Prémio Muriqui 2000, Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Brasil.
Representante Especial (embaixador) da UNICEF.
Prémio "Ayuda en Accion", ONG Ayuda en Accion, Madrid, Espanha.

fotos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

link para páginas 

 

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Sebasti%C3%A3o_Salgado

http://www.girafamania.com.br/montagem/fotografo-sebastiao-salgado.html

http://oseculoprodigioso.blogspot.com/2005/12/salgado-sebastio-fotografia.html

http://www.terra.com.br/sebastiaosalgado/

voltar